quinta-feira, 20 de março de 2014

Antiguidades.


Andando por Ribeirão Pires encontrei uma loja de antiguidades. Gosto tanto que passaria horas ali dentro. Pena que o dono é um chato... nada podia ser tocado.
Virei nos pés  rapidinho... sem deixar um misero centavo. Que saco! gosto de delicadeza... Seja nos gestos, nas palavras, nas ações, no jeito de olhar, no dia-a-dia e até no que não é dito com palavras, mas que fica no ar.








3 comentários:

Liliane de Paula disse...

Elaine, o homem, proprietário, já deve está cheio da vida de visitantes que mexem e não compram. Certamente, por isso ele ficou chato.
Não gosto de antiguidades. Só em filmes.

A casa de minha mãe é toda, toda mesmo, em cerâmica.
Tudo limpo, cheiroso e fácil de limpar.
Nosso quarto agora vai ficar assim.
Breve estará pronto.

Joana disse...

Oi Elaine, eu admiro essas peças, acho que ficam bem quando bem situadas na decoração. Ainda bem que apesar da chatice do homem ele deixou fotografar para nos mostrar. Vai ver estava num mau dia. Bjs
Joana

Simone Felic disse...

Temos que compreender que muitos destes objetos são sensíveis pelo tempo,
é um lugar que também gosto muito.
bjs
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/